fbpx
SIGA O 24H

Política

Roberto Requião culpa prisão de Beto Richa pela derrota em 2018

Numa longa entrevista, ex-senador Roberto Requião falou sobre a derrota nas últimas eleições, seu futuro na política e sua avaliação sobre o governador do Paraná, Ratinho Júnior (PSD).

Publicado

em

Roberto Requião
Imagem: Jonathan Campos/Gazeta do Povo

Numa longa entrevista com o jornal Gazeta do Povo no último domingo (22), ex-senador Roberto Requião falou sobre a derrota nas últimas eleições, seu futuro na política e sua avaliação sobre o governador do Paraná, Ratinho Júnior (PSD).

“Se o Beto Richa não tivesse sido preso, minha vitória era certíssima,” disse ao ser questionado sobre sua avaliação sobre sua derrota. “Aí “tiraram” o Beto. A votação dele não veio para mim. E o pessoal dizia o seguinte: o Beto é ladrão, foi preso, mas o Requião está eleito; então vamos votar agora no Oriovisto Guimarães e no Flávio Arns. Então eu perdi votos,” disse.

Perguntado sobre se está inconformado sobre o resultado do pleito, Requião deu a entender que sim. “Fiquei surpreso,” afirmou 0 ex-governador. Não imaginava. Ninguém acreditava nisso. Minha eleição no Brasil era dada como certa. Mas não tem porque ficar inconformado. O povo não erra. O povo foi induzido em erro,” completou.

E mais,

Em relação ao governador Ratinho Júnior, o ex-senador foi direto nos seus comentários ao dizer que o governo Beto Richa ainda ‘não acabou’. “O governo do Paraná é o governo do Beto Richa até hoje. É a mesma equipe, o mesmo pessoal, não houve interrupção. Eu não estou achando nada. O Ratinho era o secretário preferido do Beto e foi o candidato do Beto. É o mesmo pessoal,” afirmou.

Quanto ao futuro, e mais precisamente seu futuro na política, o político foi questionado sobre a possibilidade de candidatar-se novamente em eleições futuras. “Não sei, vamos ver. Eu sou um militante político, eu não paro. Mandato não altera a minha posição. Tenho aqui o Facebook, assim como o Twitter. Então vou colocando minhas ideias. Não precisa de mandato para isso,” disse.

Roberto Requião ainda flerta com uma eventual disputa para retornar ao Senado, desta vez enfrentando o Ministro da Justiça, Sérgio Moro. “De repente eu disputo o Senado com o [Sergio] Moro. Seria interessante o meu debate com o Moro,” disse.

24h entrou em contato com o governo do estado Paraná e do Ministério da Justiça. Contudo, nós não recebemos resposta. Nós também entramos em contato com o Ministério Público Federal do Paraná sobre a insinuação de que ‘tiraram’ Beto Richa da campanha, a assessoria respondeu que ‘não haverá manifestação sobre o assunto’.

Publicidade
Publicidade

Curta o 24Horas

EM 24HORAS >