Identificada família que morreu em acidente trágico na PR-445 em Londrina

Leia também:

Londrina vira assunto no Twitter por relatos de violência sexual entre jovens e adolescentes

Elas chamam a atenção para casos de violência e abusos, e pedem por Justiça.

Aumento dos casos de coronavírus em Londrina leva MP a pedir novo fechamento do comércio

Promotoria diz que cidade não segue recomendações científicas.

Guardas Municipais são indiciados pela morte de adolescente de 16 anos em Londrina

Crime aconteceu em outubro de 2019 no Jardim Bandeirantes.
Derick Fernandeshttps://www.24horas.com.br
O jornalista Derick Fernandes é editor chefe do 24Horas
- Publicidade -

LONDRINA, PR – Foram identificadas as quatro pessoas da mesma família que morreram em um terrível acidente na tarde deste domingo (30) na PR-445 na zona norte da cidade. Mãe, pai e os dois filhos do casal, de 2 e 8 anos, estavam no Renault Megane que colidiu de frente com um caminhão no distrito da Warta.

O veículo estava no nome do pai de Adna Simões de Souza, 41, esposa de Fernando Alfonso Martelinho, 43, e mãe das duas meninas Poliana e Sofia. A família retornava à Londrina depois de um passeio de domingo, quando a tragédia ocorreu há dois quilômetros do trevo da Warta.

ACIDENTE

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o Megane da família foi atingido de frente por um caminhão carregado com caixas de óleo vegetal. O motorista contou que um VW Polo realizava uma ultrapassagem em local proibido, quando perdeu o controle do veículo e acertou o caminhão; Na batida, a carreta tombou e atingiu o carro em que estava a família. A carga de garrafas de óleo ficou espalhada pela rodovia Carlos João Strass.

Foto: Colaboração / WhatsApp 24H

Todos os ocupantes do carro morreram na hora. Testemunhas que viram o acidente, ameaçaram linchar o motorista do Polo, que provocou a tragédia. Ele precisou ser colocado dentro de uma viatura para que não apanhasse dos outros motoristas.

O homem sofreu ferimentos leves, e após ser medicado ,foi levado à delegacia para prestar depoimento. O motorista do caminhão não se feriu, e também deve depor.

CONSTERNAÇÃO

Amigos e parentes das vítimas ficaram consternados com a tragédia na tarde deste domingo. Adna era professora de espanhol e era casado há 19 anos com Fernando. A família morava no bairro Gleba Palhano, na zona sul de Londrina.

Não foram divulgadas informações sobre velório e sepultamento.

LEIA TAMBÉM:

Fique ligado:

- Publicidade -